Nelson Mandela

Presidente da África do Sul, 1994-99

Prêmio Nobel da Paz, 1993

mandela

Sri Chinmoy se encontra com o Presidente Mandela e a primeira-dama Graça.

20 de setembro de 1998, Nova Iorque.
 

Do Presidente Mandela para Sri Chinmoy:

“Não posso expressar minha alegria em palavras! O que você está fazendo é do interesse da humanidade e do mundo inteiro.”

29 de janeiro de 1996

Encontro na Sede do Congresso Nacional Africano, em Johanesburgo.


“Sinto-me honrado por expressar um cumprimento de aniversário para alguém com sua capacidade de liderança, pois você se distinguiu como um destacado soldado da paz.”

27 de agosto de 1996

Carta


“Estou extremamente feliz por saber da maravilhosa campanha pela paz que você promoveu, meu irmão... Tenho grande consideração pelo seu trabalho, meu irmão, e espero sinceramente ver seus esforços coroados pelo sucesso.”

14 de abril de 1997

Carta


“Meu irmão de paz... nós reconhecemos a tremenda contribuição que você e seu movimento pela paz estão fazendo para promover a paz global. As pessoas de nosso país estão honradas por ter recebido sua inspiração e encorajamento durante o nosso esforço pela democracia.”

26 de agosto de 1997

Carta


“Seus esforços incansáveis e suas viagens contínuas pelo mundo para difundir a mensagem de paz e unicidade da humanidade são realmente admiráveis, meu irmão, e oferecemos todo o nosso apoio e encorajamento às suas iniciativas de paz... Saiba que, em tudo o que fizer para promover a paz no mundo, terá nosso pleno apoio.”

26 de agosto de 1997

Carta


“Os Centros de Paz que você estabeleceu em várias partes do mundo são fundamentais para a sobrevivência da humanidade..."

13 de abril de 1999

Carta


“Durante os últimos 30 anos, inúmeros membros das Nações Unidas, embaixadores e servidores têm experimentado sua Meditação da Paz nas Nações Unidas. Suas atividades espirituais têm contribuído para elevar o padrão da humanidade a novas alturas. Estou orgulhoso de que a África do Sul seja um dos 60 [agora 152] países que se dedicaram, bem como o seu povo, a promover a paz e a amizade, como Nações da Paz de Sri Chinmoy.”

10 de julho de 2000

Carta


“O seu trabalho tem inspirado crescimento espiritual, restauração e bem-estar, especialmente tendo em vista as atuais e inéditas agressões contra a humanidade... Sua é uma voz de razão à qual todos nós devemos atender.”

27 de agosto de 2001

Carta


De Sri Chinmoy para Nelson Mandela

“O Pilar-Pináculo da Mãe Terra”

 

Nosso amado Presidente Mandela, ó Supremo Piloto do Barco-África do Sul, é aqui, nessa sala mais do que pequenina, que você incorpora o fluxo de lágrimas e o coração que sangra do seu amado país.

26 de dezembro de 1995


Da oração que Sri Chinmoy ofereceu em sua visita à cela do Presidente Mandela na prisão de Robben Island.

“Nelson Mandela, suportador de torturas supremo,
Sorriso do Céu Altíssimo e sonho-conforto da Terra.
O seu coração venceu a admiração do mundo.
Interiormente, exteriormente, uma perfeita voz-justiça.”

“Amado Presidente Mandela, ó Pai Fundador de uma África do Sul livre e democrática, o seu pacto sagrado com o povo deve durar para sempre e sempre. A nação arco-íris brilhará por toda a Eternidade, com suas cores brilhantes e gloriosas. Ninguém pode apagar essa luz. Ninguém pode obscurecer o seu esplendor.”


“Ele diz aos mais pobres dentre os seres humanos mais pobres,
Sob cada forma possível:
‘Sonhemos juntos.
A Alvorada Reluzente
Logo se projetará à frente’”!

“Quem quer que genuinamente deseje
Reduzir o sofrimento da humanidade
Sente por detrás de si, cem por cento,
A presença viva do coração de Mandela.”

“Não apenas a África do Sul, mas toda a humanidade estava aprisionada no apartheid.
Não apenas a África do Sul, mas toda a humanidade despertou para lutar pela liberdade.
Não apenas a África do Sul, mas toda a humanidade venceu a luta-liberdade.”

“O próprio nome do Presidente Mandela
Constrói uma catedral-esperança
No coração da humanidade desespero-inundada.”